Prefeitura Municipal de Indaiatuba

Secretaria de Educação

DAE - Departamento de Alimentação Escolar

Indaiatuba foi a primeira cidade da América Latina a implantar a gestão terceirizada da merenda escolar em 03 de novembro de 1.999.

O DAE é responsável pelo controle da alimentação escolar em 25 unidades do Ensino Fundamental, 21 unidades do Ensino Infantil, 02 EJAS (Ensino de Jovens e Adultos), 01 PAASI (Polo de Assistência e Apoio Socioeducativo Infantil), 01 Gente Eficiente, 03 Escolas Integrais, 20 Escolas Estaduais (Ensino Fundamental e Médio) e 14 creches. Atendemos em 2010 em média 38.991 alunos, sendo: creche - 2.126, Pré-escola - 3.957, Fundamental - 22.761, Médio - 6.775, Eja - 2.615, Programa Mais Educação - 100 alunos, servindo em média 31.000 merendas/dia nos 4 períodos: manhã, tarde, intermediário e noite, durante 200 dias letivos/ano para todas as Unidades Escolares.

A Direção do DAE é responsável pelos Recursos Humanos: tratamento com pessoal de apoio das Escolas da Rede Municipal e Estadual e do próprio DAE, acompanhando a frequência dos funcionários das Escolas Estaduais e do Departamento, elaborando as Prestações de Contas dos Governos: Estaduais e Federais e acompanhando todas as ações realizadas pela Empresa Terceirizada com a finalidade de fiscalizar o cumprimento do Edital.

A DINUTRI – Divisão de Nutrição é responsável pela aprovação dos cardápios elaborados por Nutricionistas, inclusive cardápios diferenciados para atender os alunos com alguma patologia ( diabetes, intolerância á lactose, obesidade, etc.) mediante laudo médico e autorização dos pais. Os cardápios são in natura e correspondem suprir no mínimo a 20% das necessidades diárias dos beneficiários do PNAE e para as crianças que permanecem na creche por período integral são oferecidas de 4 a 5 refeições, suprindo 70% das necessidades diárias.

A Nutricionista chefe da divisão de nutrição juntamente com a Diretora do Departamento acompanha através de relatórios o serviço das Supervisoras de Alimentação Escolar, que fazem diariamente visitas nas Unidades Escolares, onde são verificadas: Encubação, temperatura,transporte adequado,armazenamento,prazo de validade, qualidade dos gêneros alimentícios e a correta manipulação dos mesmos, o cumprimento dos cardápios, a higiene da cozinha, dos utensílios e do refeitório, o asseio e o uso do uniforme por parte das serventes e cozinheiras, a aceitabilidade do cardápio e a orientação na solicitação da quantidade do número de merendas, evitando assim o desperdício.

A nossa meta em relação a Educação Nutricional é promover a saúde e a qualidade de vida das crianças , dos jovens e dos adultos que atendemos.

A proposta apresentada é a semente no combate á fome e á desnutrição e consequentemente, melhora na qualidade de vida.

O objetivo é oferecer uma alimentação escolar mostrando os seus valores nutricionais, ressaltando a qualidade e a importância de uma dieta mais equilibrada e natural, reeducando nutricionalmente, reformulando hábitos alimentares, além de abordar assuntos referentes á reciclagem, aproveitamento, habilidades, ecossistema, meio rural e urbano, qualidade de vida, tudo visando contribuir para a formação da cidadania.

Para isso é necessário que, mais do que informações e conceitos, a escola se proponha a trabalhar com atitudes, com formação de valores, com ensino e aprendizagem de habilidades e procedimentos, permitindo aos alunos uma situação mais afetiva no bem estar de sua saúde, utilizando os saberes adquiridos na escola em situações e confrontações que possam ser socializadas.

Entendendo a escola como espaço público e local onde o aluno dará sequência a seu processo de socialização, é fundamental o seu papel na formação da identidade de cidadão. O que a sociedade quer e aprova.

CRECHE – de 04 meses a 3,11 meses

São crianças em crescimento e desenvolvimento. Estão formando seus hábitos alimentares.

Foto

Até os seis meses os bebês mamam no colo, pois propicia o contato corporal, a troca de olhares e expressões, é a fase da formação do vínculo.

Foto

A partir daí, desde que apresentam condições motoras são incentivados a segurar a mamadeira sozinhos, o que possibilita as crianças experimentações em relação ao peso, quanto deve inclinar para que o leite chegue a boca, entre outros.

Foto

Os bebês de até nove meses são colocados em cadeirões no refeitório e alimentados por uma monitora. A partir dessa fase é importante mostrar que para comer existem ações particulares, por isso quanto mais diferenciado o ambiente, mais oportunidade de aprendizagem.

Foto

É importante que as crianças experimentem os alimentos , pois a construção da independência é tão importante quanto os nutrientes.

Foto

A partir dos dois anos em diante a criança já é capaz de alimentar-se sozinha (desde que tenha tido a oportunidade de experimentar anteriormente) e determinar seu próprio ritmo e a quantidade de alimentos que ingere.

Lactário

Foto Existe uma cozinha específica para o lactário, a qual atende todos os procedimentos e normas de higienização estabelecidos pela legislação vigente. Os procedimentos de pré-preparo, preparos higienização e esterilização das mamadeiras bicos e tampas, são realizados pelas merendeiras da Nutriplus que recebem treinamentos periodicamente. Ao retornar das salas as mamadeiras, bicos e tampas são lavadas com detergente neutro e escova específica para mamadeira , após é feita a esterilização com solução clorada durante 20 minutos e enxaguadas em água corrente e colocadas em água fervente. Posteriormente são armazenados em monoblocos tampados e guardados na geladeira. O pré-preparo da sopa e suco é realizado no lactário onde é feito a higienização dos legumes, verduras e frutas em solução clorada.

CRECHE NOVA

CRECHE PROFª VÂNIA APARECIDA MARTIN DE MELO

Rua João Canova nº 303 - Jd. Lauro Bueno de Camargo
Inaugurada dia 21/11/2008
Atualmente estão matriculadas 140 crianças na faixa etária de 4 meses à 3 anos e 11 meses

Foto

EMEB – ENSINO INFANTIL – de 04 a 05 anos

Foto

A Alimentação Escolar tem um papel fundamental na nutrição da maioria das crianças. Observando as condições em que algumas dessas crianças comem, pensamos em ver, rever, transformar.

EMEB ENSINO FUNDAMENTAL DE 09 ANOS

Foto

A hora da alimentação é um momento rico em aprendizagem , “ onde se come se aprende “, pois a livre escolha, a iniciativa e a responsabilidade, são estimuladas quando a criança se serve dos alimentos cuja quantidade e qualidade são, livremente determinadas por elas próprias.

EMEB - ENSINO FUNDAMENTAL DE 08 ANOS

Foto Foto

O DAE atende três Escolas do Ensino Fundamental – Período Integral, oferecendo 04 refeições diárias:

Foto

Na medida em que oferecemos aos alunos pratos, talheres, mesa, cadeira e um local limpo e arejado, estamos oferecendo condições necessárias para a formação de hábitos e atitudes bem como para seu desenvolvimento geral global.

Escola Estadual – EJA – Ensino de Jovens e Adultos

Foto

Fazer do horário da Alimentação Escolar um momento especial, evitar o desperdício de alimentos e contribuir para o desenvolvimento da autonomia do aluno, tornando o espaço do refeitório um local agradável.

Foto As serventes renovam anualmente a carteira de saúde ( Certificado de saúde e de Capacidade Funcional), seguem o manual de boas práticas, passam por treinamentos para manipuladores de alimentos, além de terem capacitação duas vezes ao ano. De todas as preparações realizadas são coletadas 200g de amostras que são armazenadas no freezer por até 72 horas e após este período são descartados.

A Educação Nutricional é uma parte fundamental nesse processo de vivência escolar.

Foto

A alimentação faz parte do ciclo da vida e uma Escola Viva, não deixa de ter na Educação Alimentar, no alimento, um dos eixos desse processo, através dos Projetos:

EMEB "Profª Maria Ignêz Pinezzi"








Projeto ""Avaliação Antropométrica"

A Prefeitura Municipal de Indaiatuba, Secretaria Municipal de Educação, Departamento de Alimentação Escolar, Divisão de Nutrição realizou a ¨Avaliação Antropométrica ¨ das crianças das Creches do ano de 2010.

O projeto ¨ Avaliação Antropométrica ¨ foi elaborado pela Nutricionista afim de avaliar o estado nutricional das crianças das Creches.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda, sobre a avaliação do estado nutricional, que a antropometria seja utilizada como método preferencial para a detecção de crianças com risco de problemas nutricionais. Dentre os métodos antropométricos, destacam-se as correlações do Peso para a Idade (P/I) , do Peso para a altura (P/A) e da Altura para a Idade (A/I).

Os objetivos são:

Foram coletados os dados de peso, altura e idade das crianças para assim fazer a avaliação segundo parâmetros antropométricos - curva de crescimento ( percentil ) de peso/altura , peso/idade e altura/idade baseados segundo a tabela de classificação do IMC de acordo com os percentis. Para a avaliação e acompanhamento utiliza-se dois gráficos de crescimento um para meninos e outro para meninas.

O maior interesse do trabalho foi avaliar a capacidade de estimação dos percentis (P/A) , (P/I) e (A/I) que é seguramente a forma mais adequada de se detectarem crianças, tanto individual como coletivamente, com risco de alteração nutricional.

Foram realizadas palestras pela Nutricionista do DAE com distribuição de folder aos pais para uma alimentação saudável também em casa sendo que a alimentação é a condição essencial para a saúde , o estabelecimento de bons hábitos alimentares é fundamental, uma vez que constitui a base em que o indivíduo tende a manter-se ao longo da vida.

Oferecemos as crianças da creche uma alimentação correta e equilibrada para seguir as necessidades que o organismo precisa para ter uma boa condição de saúde.

Palestra "Alimentação Saudável"



Capacitação e Treinamento de Funcionários

Dentro do DAE existe um programa de capacitação destinado a monitores, serventes e serventes auxiliares, de forma continuada, visando desenvolver as competências necessárias para o bom andamento das atividades desenvolvidas, com o objetivo de qualificá-los para garantir a qualidade de seus serviços em suas respectivas áreas de atuação.

Atividade Laboral

Eleição dos novos membros do CAE. Gestão 2010 à 2014.

O CAE é constituído por sete membros, sendo um do poder executivo, dois representantes dos professores, dois representantes de pais de alunos e dois representantes de outro segmento da sociedade civil. Cada titular do CAE tem um suplente da mesma categoria.

São atribuições do CAE:

CAE - Gestão 2010 / 2014


© Prefeitura Municipal de Indaiatuba

Av. Eng. Fábio Roberto Barnabé, 2800 - M.D. - CEP: 13331-900 - Telefones: (19)3834-9000 / 0800-770-7702

Desenvolvimento Web: Departamento de Informática (Secretaria Municipal de Administração)