Notícias

Indaiatuba está entre as melhores do Brasil para investir em negócios

  • Publicação: 09/10/2017 17:42h
  • Redator(es): Laís Fernandes
  • Release N.º: 894

Foto

Foto: Eliandro Figueira/RIC

Indaiatuba mais uma vez é destaque em nível nacional. A Urban Systems elaborou, a pedido da Revista Exame, ranking dos 100 municípios brasileiros que reúnem as condições mais favoráveis para a instalação de empresas. São considerados os que têm mais de 100 mil habitantes. Indaiatuba ficou na 29ª posição com 10,51 pontos. Neste ano, a cidade de São Paulo ficou em primeiro lugar com 15,29 pontos.

No levantamento da Urban Systems são checados 28 indicadores de desenvolvimento social, capital humano, infraestrutura e desenvolvimento econômico. Cada indicador tem um peso conforme sua importância e atualidade, totalizando 27 pontos.

De acordo com o prefeito de Indaiatuba, Nilson Gaspar (PMDB), esse levantamento aponta que Indaiatuba possui e segue um planejamento sério. “Temos bons indicadores fiscais, faculdades, uma escola técnica de referência nacional que é a Fiec e um importante parque industrial, com toda infraestrutura necessária para se implantar uma empresa. Como eu costumo dizer, se está bom podemos melhorar ainda mais e por isso temos um planejamento para o futuro do município. Além disso, trabalhamos o orçamento muita responsabilidade. Estamos crescendo, mas queremos crescer com organização e com projetos que tornem Indaiatuba, cada dia mais atrativa para os negócios, que gerem emprego, renda e sustentabilidade, sempre com foco na qualidade de vida para nossos moradores”, ressalta Gaspar.

Os indicadores e seus pesos

SOCIODEMOGRAFIA

Crescimento populacional (2010-2016), 0,5

População economicamente ativa (2017), 0,5

Percentual de Chefes de família de classe A (2010), 0,5

ECONÔMICO

Depósitos em poupança (2017), 1

Depósitos à vista (2017), 2

Linhas de financiamentos ativas (2017), 2

Resultado consolidado das finanças públicas municipais (2015 ou 2016), 3

Diversidade econômica (2015), 2

Crescimento do PIB (2013-2014), 0,5

PIB per capta (2014), 0,5

Crescimento empresarial (2014-2015), 1

Crescimento empregos formais (2015-2017), 2

Renda média dos trabalhadores formais (2015), 1

Total de funcionários sobre a população economicamente ativa (2015), 1

SAÚDE

Total de leitos por mil habitantes (2017), 1

Beneficiários de convênio médico por habitante (2017), 0,5

Despesas com saúde (2015), 0,5

EDUCAÇÃO

Percentual de trabalhadores com curso superior (2015), 1

Matrículas no curso superior em relação à população economicamente ativa (2015), 1

FINANCEIRO

Índice Firjan de Gestão Fiscal (2016), 1

Agências bancarias por 10 mil habitantes (2016), 0,5

Destinos do principal aeroporto (2017). 0,5

Linhas rodoviárias com seção na cidade (2017), 0,5

INFRAESTRUTURA

Percentual de conexões de banda larga fixa acima de 34 Mbps (2017), 0,5

Índice de perdas na distribuição de água (2015), 0,5

Economias atingidas por paralisações (2015), 0,5


Fotos


Notícias relacionadas