Notícias

Indaiatuba está entre os três municípios do Brasil mais seguros para os jovens

  • Publicação: 14/12/2017 17:15h
  • Redator(es): Darlene Ribeiro
  • Release N.º: 1123

Foto

Foto: Giuliano Miranda/RIC-PMI

Indaiatuba foi classificada entre os três municípios do país com os menores Índices de Vulnerabilidade Juvenis (IVJ) à Violência 2017, divulgado esta semana pela Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura), no Brasil. Com notas que variam entre 0 a 1 - quanto mais perto de zero melhor o índice -, Indaiatuba recebeu 0,203, ficando com a terceira posição no ranking nacional e a segunda na RMC (Região Metropolitana de Campinas).

O IVJ foi desenvolvido pela Secretaria Nacional da Juventude em parceria com o Fórum Brasileiro de Segurança Pública utilizando como base dados o ano de 2015. O estudo abrange a população de 15 a 29 anos e avaliou 304 municípios brasileiros com mais de 100 mil habitantes em quatro dimensões: violência entre os jovens, frequência à escola e situação de emprego, pobreza no município e desigualdade de renda. De acordo com o documento, o Índice de Vulnerabilidade Juvenil tem o intuito de nortear as políticas públicas de juventude, parcela da população mais afetada pela violência no Brasil.

Segundo o prefeito Nilson Gaspar (PMDB) a classificação de Indaiatuba como terceira melhor do país é resultado de políticas públicas direcionadas que vêm sendo desenvolvidas no município ao longo dos anos. “Os investimentos no Social, na Educação, na Cultura, no Esporte e também na Segurança Pública foram determinantes para estarmos com um dos melhores índices de segurança para os jovens no Brasil. Oferecendo projetos e ações direcionadas a este público tão específico e uma educação de qualidade, vamos ter uma sociedade melhor e pessoas livres da violência e do grande mal que assola nossos jovens, que é as drogas. Estamos avançando no caminho certo, sempre pensando no ser humano”, afirmou.

Nilson Gaspar ressaltou ainda que a educação é a base de tudo. “Ano a ano Indaiatuba tem apresentado Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) acima da média nacional e com notas cada vez mais altas. Em 2016 alcançamos a nota 7, o que está acima da média nacional e é a projetada para o país atingir apenas em 2021. Além disso, somente este ano colocamos em atividade o Conselho da Juventude, criamos o Papo Jovem e o Juventude Esportiva, direcionado para jovens entre 15 e 21 anos. Nosso objetivo com essas e outras ações é conhecer o que pensam os jovens, ouvir e atender suas sugestões para tornar Indaiatuba uma cidade ainda melhor e mais humana”, detalhou.

Ações

Além da proposta educacional desenvolvida nas Emebs (Escolas Municipais de Ensino Básico) do município, são desenvolvidas diversas outras atividades por meio das secretarias municipais da Educação; Família e Bem Estar Socia; Esportes e Segurança Pública. A Prefeitura de Indaiatuba mantém o Esporte Cidadão, que tem como finalidade estimular e democratizar a atividade esportiva e a convivência entre a comunidade, ressaltando a qualidade de vida, o bem estar físico e social. Ele é direcionado a crianças e adolescentes entre 6 e 15 anos. A administração municipal realizou este ano o primeiro Circuito Esportivo Jovem, evento que está dentro do calendário esportivo do Projeto Juventude Esportiva, que atende adolescentes e jovens de 16 a 21 anos com aulas em 14 modalidades esportivas em 10 núcleos esportivos da cidade.

Na área social a Prefeitura oferece o Cras Jovem, por meio das seis unidades do Cras (Centro de Referência de Assistência Social) do município, que é direcionado a jovens entre 14 a 17 anos. O objetivo é auxiliar a desenvolver as habilidades sociais, cognitivas e emocionais, através da ampliação do universo informacional, artístico e cultural dos jovens, ao mesmo tempo em que os prepara para a entrada no mercado de trabalho através de cursos de capacitação.

A Administração Municipal mantém ainda o Programa Viver, desenvolvido por meio de uma parceria entre várias secretarias municipais com a sociedade civil organizada, que visa conscientizar os jovens, prevenindo o uso de drogas; e o Educando para a Vida, que oferece atividades esportivas e recreativas no contra turno escolar.

O Plano de Segurança Pública, que vem sendo colocado em prática nos últimos anos no município, também contribuiu para o índice obtido por Indaiatuba como uma das cidades mais seguras para os jovens no Brasil. A cidade conta com um sistema de monitoramento inteligente nas principais vias, que também é interligado com outras cidades da região. A união das forças de segurança, o preparo dos guardas civis e a estrutura oferecida para o trabalho têm possibilitado a redução dos índices de criminalidade registrados em Indaiatuba.


Notícias relacionadas