Notícias

Comunicado - Combustível

  • Publicação: 24/05/2018 11:00h
  • Redator(es): RIC
  • Release N.º: 410

Foto

Foto: Divulgação

Devido à paralisação dos caminhoneiros nas estradas e nas refinarias, contra os sucessivos aumentos no preço dos combustíveis, o abastecimento das frotas de veículos municipais começou a ficar prejudicado. Desta forma, para minimizar possíveis dificuldades, a Prefeitura de Indaiatuba iniciou um sistema de reorganização temporária com o objetivo de superar esse momento com os menores transtornos possíveis.

Os 66 ônibus que fazem o transporte coletivo urbano operam 100% nos horários de pico, ou seja das 6h às 8h30 e das 16h30 às 19h. No restante do período vão rodar com 40% da frota. Essas medidas possibilitam a operação da empresa durante toda esta quinta-feira. O transporte de estudantes circula normalmente nesta quinta, mas uma estratégia já está em estudo caso a situação permaneça até amanhã.

Na Secretaria de Urbanismo e do Meio Ambiente, onde acontece o abastecimento dos veículos oficiais, a prioridade é para ambulâncias e viaturas da Guarda Civil. Os abastecimentos dos demais veículos acontecem com cotas definidas. Urbanismo, Secretaria de Obras e Vias Públicas e Saae (Serviço Autônomo de Água e Esgotos) trabalham somente em serviços de urgência e emergência.

A Prefeitura reforça que os serviços essenciais estão sendo realizados e as ações definidas têm o objetivo de manter o atendimento ao público, enquanto o Governo Federal não resolve o impasse com relação aos preços dos combustíveis, que tiveram sucessivos aumentos nos últimos meses. Ao longo do dia novas informações devem ser divulgadas para orientar a população da melhor forma possível.


Notícias relacionadas