Notícias

Com apoio da Cultura Orquestra Sinfônica de Indaiatuba realiza concerto “Mozart vs Saliere”

  • Publicação: 17/07/2018 09:52h
  • Redator(es): Renata Lippi A. Lemuchi
  • Release N.º: 551

Foto

Foto: Divulgação

Neste sábado, dia 21, às 20h, na sala Acrísio de Camargo, no Ciaei, com apoio da Secretaria de Cultura, a Orquestra Sinfônica de Indaiatuba, promove o concerto “Mozart vs Saliere”. O encontro dos dois grandes rivais da música erudita será marcado pela participação de um dos maiores flautistas brasileiros, Rogério Wolf, que executará o concerto em Sol Maior para flauta e orquestra de Mozart. A entrada é gratuita, mas haverá distribuição de senha a partir das 19 horas.

Contrapondo com as obras de Mozart, o concerto também apresenta a Sinfonia Veneziana de Antonio Salieri. Existem muitas lendas a respeito da morte de Mozart, sendo a mais famosa aquela que sugere uma suposta rivalidade entre Mozart e o italiano Salieri, compositor oficial da corte de José II.

Rogério Wolf – Flauta transversal - Após mais de 25 anos como primeira flauta da OSESP, OSB e Sinfônica do Espírito Santo Rogério Wolf dedica-se atualmente a concertos como solista e camerista.

É presidente da Associação Brasileira de Flautistas- ABRAF, professor na Escola Superior de Música da Faculdade Cantareira–SP, Escola de Música do Estado de São Paulo e Instituto Baccarelli.

Em 2015 foi membro do juri do III Concurso Internacional de Flauta Maxence Larrieu em Nice, França, gravou com a Sinfonica da Rádio de Budapeste seu CD "Imagens" e deu aulas no Conservatório Superior de Genebra, Suíça, como professor convidado. Em 2017 foi principal artista da Southern Flute Festival em Hattiesburg, MS- EUA, tocou no Festival Internacional de Flautistas em Quito, Equador. Atuou com flautista e regente no Festival Internacional de Flautistas na Costa Rica e fez recital em Cabris, França e lançou o CD Imagens na Convenção Norte Americana de Flauta em Minneapolis, MN.

Atuou como solista em diversas orquestras, entre elas OSESP, OSPA, Sinfônica da USP, Sinfonica de Ribeirão Preto, Orquestra Sinfônica de Campinas, Orquestra Sinfônica de Santos, Orquestra Sinfonica Nacional do Paraguay, Amazonas Filarmonica e Orquestra Sinfonica do Espírito Santo entre outras.

Freqüentemente realiza recitais e masterclasses em diversos lugares do mundo como Estados Unidos, Espanha, Alemanha, França, Suíça, Rússia, Finlândia, Equador, Argentina, Costa Rica, Portugal e Eslovênia.


Notícias relacionadas