Programa de Gerenciamento de Resíduos do Serviço de Saúde

Segregando os Resíduos do Serviço de Saúde (RSS):

  • Estabelecer metas
  • Definir estratégias

Como fazer?

  • Classificação dos Resíduos do Serviço de Saúde (RSS)
  • Quando eu classifico, eu sei como segregar!
O Gerador

É responsabilidade do gerador de Resíduos do Serviço de Saúde (RSS):

  • A elaboração do Programa de Gerenciamento de Resíduos do Serviço de Saúde (PGRSS)
  • Manter cópia do PGRSS disponível para consulta sob solicitação da autoridade sanitária ou ambiental competente, dos funcionários, dos pacientes e do público em geral
Elaboração de um PGRSS

Passo a Passo:

  • 1. Identificação do Estabelecimento
    • 1.1. Razão Social
    • 1.2. Nome Fantasia
    • 1.3. CNPJ
    • 1.4. Endereço
    • 1.6. Telefone, Fax, Endereço Eletrônico
    • 1.6. Natureza da Instituição (Federal, Estadual, Municipal), Filantrópica, Pública, Privada.

  • 2. Identificação do Responsável Técnico pelo Estabelecimento
    • 2.1. Nome
    • 2.2. Cargo
    • 2.3. CPF
    • 2.4. Formação Profissional
    • 2.6. Nº Registro Conselho Profissional
    • 2.6. Telefone, Fax, Endereço Eletrônico

  • 3. Identificação do Responsável Técnico pelo PGRSS
    • 3.1. Nome
    • 3.2. Cargo
    • 3.3. Identidade
    • 3.4. Formação Profissional
    • 3.6. Nº Conselho Profissional
    • 3.6. Telefone, Fax, Endereço Eletrônico

  • 4. Informações Gerais
    • 4.1. Atividades desenvolvidas e horário de funcionamento
    • 4.2. Especialidades Médicas
    • 4.3. Nº total de Funcionários
    • 4.4. Nº de Prestadores de Serviço
    • 4.6. Nº de Leitos total e por especialidades médicas

  • 5. Estrutura Física do Estabelecimento
    • 5.1. Área total do Terreno (m2)
    • 5.2. Área total Construida (m2)
    • 5.3. Abastecimento de água
    • 5.4. Gerador de Energia (equipamento de geração)

  • 6. Características dos Resíduos Gerados por Mês/Quantidade de Recipientes e suas Capacidades
    Grupo A Grupo B Grupo C Grupo D Grupo E
    Capacidade/Litros
    Total kg/mês
  • Como elaborar esta tabela?
    • 6.1. Pesar os resíduos por grupo durante 7 dias em todas as coletas;
    • 6.2. O resultado somado por grupo, divide por 7 e multiplica por 30, resultando em uma estimativa mensal.

  • 7. Segregação e Acondicionamento
    • 7.1. Detalhar a Quantificação dos Resíduos Sólidos no momento e local de sua geração, descrevendo como serão acondicionados e apresentados à coleta, especificando as características dos recipientes e embalagens por grupo e tipo.

  • 8. Armazenamento Interno
    • 8.1. Descrever os aspectos da construção, localização e uso da área de armazenamento;
    • 8.2. Tipo de piso, parede, água, ralo, ventilação, iluminação, porta, identificação.

  • 9. Coleta Interna I
    • 9.1. Da Fonte de Geração para Armazenamento Temporário
    • 9.2. descrever as operações de transferência dos resíduos já acondicionados do local de geração para o local de armazenamento temporário (interno).

  • 10. Coleta Interna II
    • 10.1. Do Armazenamento Temporário para Armazenamento Externo
    • 10.2. Descrever as operações de transferência dos resíduos já acondicionados da área de armazenamento para armazenamento externo.

  • 11. Tratamento Intra Unidade
    • 11.1. Descrever tratamento (quando houver), equipamento, funcionários, uso de EPIs, licença ambiental

  • 12. Triagem de Materiais Recicláveis
    • 12.1. Tipo de Resíduo
    • 12.2. Local de Armazenagem
    • 12.3. Destino (nome da empresa, localização, disposição final)

  • 13. Coleta Externa
    • 13.1. Grupo
    • 13.2. Tipo de Resíduo
    • 13.3. Veículo/Equipamento
    • 13.4. EPIs
    • 13.5. Frequência/Hora
    • 13.6. Disposição Final

  • 14. Tratamento Extra Unidade
    • 14.1. Grupo
    • 14.2. Empresa (endereço, CNPJ, disposição final, licença ambiental)

  • 15. Disposição Final
    • 15.1. Por grupo.

  • 16. Plano de Emergência
    • 16.1. Plano de Emergência para o caso do tratamento e a destinação final falharem temporariamente.

  • 17. Saúde e Segurança do Trabalhador
    • 17.1. Ações Preventivas
    • 17.2. SESMT
    • 17.3. Treinamento
    • 17.4. Reciclagem

  • 18. Cronograma
    • 18.1. Cronograma de Implantação do PGRSS.
Normas de referência para elaboração do PGRSS
  • NBR 12.807 - Resíduo de Serviço de Saúde - Terminologia
  • NBR 12.808 - Resíduo de Serviço de Saúde - Classificação
  • NBR 12.809 - Manuseio de Resíduo de Serviço de Saúde - Procedimentos
  • NBR 12.810 - Coleta de Resíduo de Serviço de Saúde - Procedimentos
  • NBR 9190 - Sacos Plásticos para Acondicionamento de Lixo - Classificação
  • NBR 9191 - Sacos Plásticos para Acondicionamento de Lixo - Especificações
  • NBR 10.004 - Resíduos Sólidos - Classificação
  • NBR 7500 - Símbolos de Risco e Manuseio para o Transporte e Armazenamento de Material - Simbologia
Reciclagem
  • Elaborar plano de redução
  • Prestar atenção aos Rs:
    • Reduzir = é comprar menos
    • Reutilizar = é dar novo uso
    • Reciclar = através da coleta seletiva, é uma atividade lucrativa a médio e longo prazo

Informações sobre Residuos do Serviço de Saúde