Notícias

Conselho de Saúde realiza reunião: são aprovadas metas do Pacto da Saúde

  • Publicação: 18/09/2014 14:00h
  • Redator(es): Deuzeni Ceppolini
  • Release N.º: 1321

Foto

Foto: Deuzeni Ceppolini - SCS/PMI

O Conselho Municipal de Saúde de Indaiatuba órgão vinculado à Secretaria de Saúde realizou na quarta-feira (17), Câmara Municipal, a reunião ordinária de setembro. Foram discutidos temas como apresentação e deliberação do Sispacto de 2014 (Sistema de Pactuação), apresentação do funcionamento da nova UBS 7, do Bairro Jardim Morada do Sol, apresentação sobre a capacitação do acolhimento como ação de Educação Permanente e funcionamento da UPA (Unidade de Pronto Atendimento)

A diretora da Vigilância em Saúde, Rita de Cássia Jiampaulo Ferraz Vaz, fez a primeira apresentação da reunião explicando que o Sispacto é um instrumento para a pactuação de prioridades, objetivos, metas e indicadores da Saúde. É um conjunto de reformas institucionais do SUS feito entre as três esferas de gestão (União, Estados e Municípios).

Rita explicou que os indicadores são essenciais no processo de monitoramento, avaliação e acompanhamento das metas. “Foram pactuados 67 indicadores para o período de 2013-2015. Os indicadores são universais e expressam o acesso e a qualidade da organização em redes, além de considerar indicadores epidemiológicos de abrangência nacional e indicadores específicos de território”.

São alguns dos indicadores: ampliação da atenção básica, atenção especializada, rede de atenção às urgências, fortalecimentos e ampliação das ações prevenções e detecção precoce e tratamento oportuno do câncer de mama e colo de útero, rede de atenção à saúde materna e infantil, entre outros.

Após a apresentação e alguns questionamentos feitos pelos conselheiros sobre serviços e fluxo de atendimentos, a equipe técnica da saúde composta por representantes da Gestão, Odontologia, Vigilância Sanitária, Atenção Básica, Assistência Farmacêutica, Psicossocial que estavam presentes na reunião sanaram todas as dúvidas. Após os esclarecimentos, os conselheiros aprovaram os Sispacto 2013-2105.

O médico de Família e membro da equipe de gestão da Saúde, Tiago Gomes da Silva, fez apresentação da ampliação da UBS 7 e qual é fluxo atual da Unidade que anteriormente atendia somente a saúde da mulher. “Hoje a unidade atende as especialidades de pediatria, clínica geral, ginecologia e criança. As três unidades que estão no território do Jardim Morada do Sol atende cerca de 120 mil pessoas: o Parque Corola atende cerca de 40 mil pessoas parte da Morada do Sol, Jardins Paulista I e II e Paulistano, a UBS IV (Morada do Sol) 40 mil e 30 na UBS VII parte da Morada do Sol e São Conrado. Há uma outra parte que já está sendo atendida na UBS João Pioli”.

Também ocorreu a apresentação de André Telli, que representou a enfermeira e coordenadora do Núcleo de Assistência à Saúde, Maria de Fátima Maia, sobre a capacitação dos 135 funcionários de acolhimento e recepção realizada em agosto pelo Núcleo de Educação Permanente da Saúde.

A última explanação da reunião foi da médica e coordenadora da UPA 24 Horas, Dra. Maria Cristina Bem Costa, que fez apresentação dos trabalhos realizados na Unidade, que tem como média semestral 22.679 atendimentos. Explicou como são feitos os serviços e usando classificação de risco, além da distribuição de médicos e plantões diurnos e noturnos.

A reunião foi conduzida pelo presidente, Luiz Carlos Medeiros de Paula, que agradeceu dos conselheiros e as presenças da presidente do Conselho Municipal de Saúde de Paulínia/SP, Cida Savioli e do conselheiro de Saúde Fábio Coelho.


Fotos


Notícias relacionadas