Notícias

Vacina contra coqueluche entra para esquema vacinal de rotina de gestantes

  • Publicação: 06/11/2014 14:50h
  • Redator(es): Deuzeni Ceppolini
  • Release N.º: 1565

A Secretaria de Saúde informa que a partir de segunda-feira (10), as gestantes que estejam entre a 26ª a 37ª semanas de gestação devem receber a vacina contra a coqueluche. A doença é infectocontagiosa aguda do trato respiratório causada pela bactéria Bordetella pertussis e é altamente contagiosa. Ela pode acometer pessoas de qualquer faixa etária. Entretanto há mais casos entre as lactentes e crianças menores, que tendem a apresentar quadros com maior gravidade e complicações.

A diretora da Vigilância em Saúde, Rita de Cássia Jiampaulo Ferraz Vaz, explicou que atualmente, no Calendário Nacional de Vacinação do PNI (Programa Nacional de Imunizações), as vacinas combinadas que contém o componente contra a coqueluche são a vacina Pentavalente (vacina difteria, tétano, coqueluche, hepatite B e Haemophilus influenzae b conjugada) aplicada aos dois, quatro e seis meses de idade; e a vacina DTP aplicada aos 15 meses e aos quatro anos de idade.

Rita informou que considerando a situação epidemiológica da doença e a necessidade de proteger mãe e filho, a vacina será incorporada ao Calendário de Nacional de Vacinação para a gestante e os profissionais de saúde (médico anestesista, ginecologista, obstetra, neonatologista, pediatra, enfermeiro e técnico de enfermagem) que atendam recém-nascidos nas maternidades e berçários/UTIs neonatais. Indaiatuba registrou dois casos da doença em 2013, e um em 2014.


Notícias relacionadas