Notícias

Evento do dia 1º de maio na Sanfli reuniu 60 pessoas da comunidade

  • Publicação: 06/05/2014 17:54h
  • Redator(es): Deuzeni Ceppolini
  • Release N.º: 584

Foto

Foto: Deuzeni Ceppolini - SCS/PMI

Cerca de 60 pessoas participaram do evento promovido pela Secretaria Municipal de Saúde de Indaiatuba e Conselho Municipal de Saúde no dia 1º de maio, das 14h às 17h, na sede da Sanfli (Sociedade Amigos do Núcleo Faria Lima). Durante o evento foram passadas informações sobre a reconstrução da nova Unidade Básica de Saúde do bairro, orientações sobre SUS; apresentação do Programa Viver, que visa Prevenção e Combate as Drogas da Prefeitura de Indaiatuba. Estavam presentes os conselheiros de saúde, o secretário de Saúde, José Roberto Stefani; o secretário de Desenvolvimento, Renato Stochi, o vereador Hélio Ribeiro e o presidente do CMS, Luiz Carlos Medeiros de Paula.

O presidente da Sanfli, José de Lima agradeceu aos presentes e destacou a participação das autoridades municipais que sempre dão retorno para população sobre todos os assuntos e no caso da Cecap, informações e importantes sobre a reconstrução da Unidade Básica de Saúde.

Stefani agradeceu o convite em nome do prefeito Reinaldo Nogueira (PMDB) e esclareceu as dúvidas sobre a obra e prazos. Também foi apresentado um relatório com fotos da construção. “A UBS tinha 425 metros e a nova passará ter 800 metros de área construída, e 100 metros de recepção. Foi feito um planejamento e concluímos que reformar o prédio não iria resolver o problema. Decidimos concluir a obra do João Pioli e passar o atendimento provisório dos pacientes da Cecap para a Unidade do Pioli. Demolimos o prédio e imediatamente começamos a construção. Sabemos que a mudança de casa traz desconforto, mas eu dou a boa notícia que devemos entregar novamente a Unidade nova antes do natal de 2014”.

Stochi agradeceu o convite da direção da Sanfli, exibiu o vídeo aos participantes e depois explicou o que é o Programa Viver. O secretário falou que programa multidisciplinar é ao mesmo tempo simples, inovador e de grande eficácia, que organiza as iniciativas existentes na comunidade. As ações deixam de ser isoladas.

Para toda essa coordenação foi criada a Central de Risco, composta por funcionários qualificados e um software de última geração. Assim que recebe a indicação de uma pessoa vulnerável, ela envia uma equipe treinada do Cras (Centro de Referência de Assistência Social) para referenciar e acolher a família.

O Programa Viver foi estruturado sobre cinco premissas básicas: proteger crianças e adolescentes que não estão envolvidos com as drogas; recuperar os iniciantes, que devem ser reintegrados à vida produtiva e saudável; trabalhar a drogatização considerando a necessidade de recuperar dependentes químicos como missão da sociedade; combater com ações permanentes e enérgicas o traficante e o fornecedor de entorpecentes e participar. O sucesso do programa está diretamente vinculado à participação de toda a sociedade.

A Central de Risco já pode ser acionada pelo número 3875-6600. O horário de funcionamento é das 8h às 17h, de segunda a sexta-feira.

O presidente do CMS, Luiz Carlos Medeiros de Paula agradeceu a iniciativa da coordenação da Sanfli, por intermédio do presidente José de Lima que já foi membro atuante do CMS.

Luiz fez uma apresentação sobre a criação do SUS pela Constituição de 1988 e destacou que os principais direitos dos usuários do SUS são: ter acesso ao conjunto de ações e serviços necessários para a promoção, proteção e recuperação da saúde. Ter acesso gratuito aos medicamentos necessários para tratar e restabelecer a saúde. Ter acesso a atendimento ambulatorial, realização de exames, internação hospitalar e demais procedimentos necessários para manutenção da saúde em tempo razoável. Ser atendido com dignidade, respeito, atenção, de forma personalizada e com continuidade, em locais e condições adequadas”.

Durante a tarde permaneceu no local, uma equipe da Secretaria de Saúde e ministrou vacina contra a Influenza aos participantes dos grupos prioritários.


Notícias relacionadas