Notícias

Equipe de controle da dengue continua no combate ao mosquito aedes

  • Publicação: 08/06/2015 15:25h
  • Redator(es): Deuzeni Ceppolini
  • Release N.º: 690

Foto

Foto: Divulgação

Alterado em 08/06/2015 às 16h2-O Programa de Controle da Dengue, da Secretaria de Saúde, continua realizando ações educativas e preventivas de combate ao mosquito Aedes aegypti transmissor da doença. No último final de semana, os agentes trabalharam durante a 3ª Indaiatuba Eco, evento promovido pela Secretaria Municipal de Urbanismo e do Meio Ambiente, que marca as comemorações da Semana Mundial do Meio Ambiente realizado no Parque Ecológico. Trabalharam no evento nove agentes por dia e um supervisor. Foram distribuídos 5.000 mil folders e teve exposição da maquete residencial que simula situações de criadouros em uma casa.

O médico veterinário e coordenador do programa, Odenir Sanssão Pivetta, informou que os trabalhos preventivos acontecem nos meses de outono e inverno em que ocorre a diminuição dos casos da doença. “A população também deve ter cuidado redobrado com os criadouros como pratos de vasos, piscinas fixas e desmontáveis, latas nos quintal, pneus, vasos de bromélias, baldes, vasos sanitário, calhas entupidas entre outros. Temos a obrigação de fazer a fazer a nossa parte, pois todos tem o conhecimento e muitos não colaboram na eliminação dos criadouros”.

Pivetta ressaltou que a Secretaria de Saúde recebeu durante os cinco primeiros meses do ano o apoio da sociedade de um modo geral, todas as Secretarias Municipais, as entidades, condomínios, comércio, empresas, entidades religiosas, industrias, shoppings e outros parceiros que estão colaborando e fixando cartazes informativos de prevenção, alertas, que fixaram folhetos explicativos e denúncias de prováveis focos do mosquito.

Em 2015, os bairros com mais casos confirmados: Morada do Sol com 71 autóctones - 377 aguardando resultados), o segundo é Jardim Oliveira Camargo com 37 autóctones e 137 aguardando resultados), Centro com 25 autóctones e 121 aguardando, Jardim Aldrovandi com 16 confirmados e 63 aguardando, Cidade Nova com 16 autóctones e 47 aguardando.

Pivetta informou que mesmo durante o período crítico, a equipe de Controle da Dengue trabalhou todos esses bairros, com duas vistorias cada, recentemente este no Cidade Nova e Centro, no Jardim Aldrovandi. “Em breve estaremos na área de abrangência dos bairros da proximidade de Viracopos e estamos planejando outras ações para estes bairros que ficam mais afastados. Atualmente estamos trabalhando simultaneamente no Jardim Santa Cruz, Vila Brizola (parcial) no Jardim Califórnia, Vila Havaí, Solar do Itamaracá, Jardim Dom Bosco, Vila São Luiz I e II Parte da Vila Suíça”.

Outra informação do coordenador foi que nos meses de março e abril a coordenação da Dengue atendeu de 15 a 20 chamadas por dia para fazer (vistorias) em terrenos. “Na maioria dos casos, havia lixo doméstico descartado pela população de forma indevida. A equipe remove os criadouros de dengue e somente quando não consegue entrar nos terrenos e quando há mato ou outro tipo de entulho, é feita a notificação para que o terreno seja limpo".

A Secretaria de Saúde solicita que a população faça sua parte e não descarte

lixo em terrenos baldios, pois isso acarretará em danos à saúde, além de

criadouro de mosquito poderá surgir outros animais nocivos à saúde.

De janeiro a maio de 2015, foram 353 casos confirmados, sendo 332 autóctones, 20 Importados residentes e um óbito e 1805 casos aguardam resultados.


Notícias relacionadas

Como podemos te ajudar?