Notícias

Indaiatuba cria comitê permanente para combater a dengue

  • Publicação: 27/01/2016 15:00h
  • Redator(es): Deuzeni Ceppolini
  • Release N.º: 86

Foto

Foto: Eliandro Figueira – SCS/PMI

A Prefeitura de Indaiatuba, por meio da Secretaria de Saúde, promoveu no dia 26, a segunda reunião para a criação do Comitê Permanente de Controle e Combate à Dengue no município. A criação do Comitê visa uma grande mobilização da Prefeitura e da sociedade no enfrentamento da Dengue, Febre Chikungunya e também o Zika Vírus, este último suspeito de ser causador de casos de Microcefalia em bebês. O comitê municipal reunirá representantes de todas Secretarias e autarquias para planejar, desencadear e agilizar as ações de prevenção, controle da doença e fortalecer a intersetorialidade.

O secretário de Saúde, Jose Roberto Stefani, ressaltou que trabalho do Comitê Municipal será importante para mobilizar toda a sociedade. “Eu trabalhei por décadas na maternidade Campinas e casos de Microcefalias não eram notificados. Hoje, há os casos de Microcefalias, suspeitos de ter ligação ao Zika Vírus, o custo social será para a vida inteira. Aqui todos conhecem alguma família com um filho especial, sabemos o quanto é trabalhoso e quantos cuidados são necessários para educar e dar qualidade de vida a estas crianças”.

Stefani destacou que acredita que a conscientização das pessoas é importante para perceberem o risco que a doença acarreta. “Acredito na educação e no conhecimento, a partir do momento que a pessoa adquire conhecimento, ela tem mudança de comportamento, isso é automático”.

O secretário de Saúde enfatizou a necessidade de mobilizar toda a sociedade. “Temos que fazer a nossa parte para combater o Aedes aegypti e evitar os sofrimentos causados pela Dengue, Zica Vírus e Febre Chikungunya. Ainda há tempo para evitar uma epidemia na nossa cidade, todos devem colaborar”.

O próximo passo é oficialização do Comitê pelo setor jurídico da Prefeitura. Os representantes das secretarias municipais, foram indicados pelos secretários de cada pasta. “A ideia é mobilizar todas as pastas, para que se envolvam nas ações de controle e prevenção. No período que antecede a época de aumento de casos, período após o carnaval”.

MUTIRÃO

Durante a reunião do Comitê, o assessor do Programa de Controle de Dengue da Saúde, Ulisses Bernardinete, explicou aos presente sobre o 1º Mutirão Regional de Combate ao Aedes aegypti, que acontece no dia 30 de janeiro, às 8h, em parceria com a EPTV. O objetivo é promover um dia de envolvimento regional, com a participação de todas as cidades da área de cobertura da EPTV para a realização de um mutirão de combate aos criadouros e para conter a proliferação do mosquito Aedes aegypti. Além das cidades da região, o projeto também acontecerá em todas as outras cidades onde a EPTV está presente, totalizando 300 municípios com mais de 11 milhões de pessoas.

Ulisses explicou que em Indaiatuba serão duas ações. Uma Caminhada Indaiatuba contra o Mosquito no Parque Ecológico e todos devem se vestir com uma camiseta branca e um mutirão de limpeza no Jardim Morada do Sol, nas proximidades do Floresta Parque próximo ao Condomínio Cocais II.

A Caminhada Indaiatuba contra o Mosquito, será dia 30, 8h, com concentração no Parque Temático. A caminhada vai até a Praça do Lago (Jardim Morada do Sol, em frente à UPA24h). Em seguida os Agentes Comunitários da Saúde farão um arrastão em residências e terrenos na região do Jardim Morada do Sol.

Indaiatuba registrou em 2016 um caso autóctone de dengue, quatro importados residentes e 22 aguardam resultado.


Notícias relacionadas

Como podemos te ajudar?