Notícias

CMDCA lança ‘Diagnóstico Situacional da Criança e do Adolescente’

  • Publicação: 23/04/2019 14:56h
  • Redator(es): Renata Lippi A. Lemuchi
  • Release N.º: 278

Foto

Foto: Eliandro Figueira – RIC/PMI

Na quarta-feira (17) aconteceu o lançamento do ‘Diagnóstico Situacional da Criança e do Adolescente’. O trabalho começou em fevereiro de 2018 e foi realizado pela Prefeitura de Indaiatuba, através do CMDCA (Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente), órgão vinculado à Secretaria de Assistência Social, em parceria com as empresas Orion e Instituto CPFL.

O evento contou com a presença do prefeito Nilson Gaspar, do secretário municipal de Assistência Social, Luiz Henrique Furlan, da presidente do CMDCA, Viviane Barnabé, da promotora da Infância e Juventude de Indaiatuba, Dra. Adriana Franulovic, da diretora da DRADS (Diretoria Regional de Assistência e Desenvolvimento Social) de Campinas, Elaine Empke, e do pastor da Igreja Batista, Ademir da Silva.

O CMDCA é responsável por controlar as ações e políticas de atendimento da criança e do adolescente em Indaiatuba. Em parceria com o poder público, sociedade civil e empresas privadas o Conselho coordenou o planejamento e o controle do estudo para conhecer a realidade, mapear as oportunidades oferecidas pelo município e identificar os desafios prioritários para melhorar a vida das crianças e adolescentes.

O ‘Diagnóstico Situacional da Criança e do Adolescente’ pode ser consultado na íntegra pelo site a http://indaiatuba.municipiovivo.com.br/. O trabalho contou com a colaboração de integrantes da Rede de Atendimento do Município e foi realizado em nove etapas: visita inicial; oficina inicial; coleta de dados; quadro orientador; oficina com os técnicos; oficina com os dirigentes; oficina com a comunidade; oficina de planejamento e divulgação.

Através do quadro diagnóstico, ficou evidenciado que Indaiatuba oferece uma ótima infraestrutura, tais como ampla estrutura física em funcionamento; sistemas de informação implantados; usuários interessados; a cidade possui recursos financeiros; programas preventivos e interventivos anti-drogas; boa rede de atendimento público e privado; implantação do 2º Conselho Tutelar e Sistema Siacad; flexibilidade de acesso à gestão; Indaiatuba é bonita, boa de se viver e traz boas oportunidades; CMDCA e Rede respaldados pelo Diagnóstico; o SGDCA (Sistema de Garantias da Criança e do Adolescente) é completo e ativo.

Após considerarem o quadro de indicadores, a opinião dos técnicos, dirigentes e comunidade de Indaiatuba, a comissão concluiu os seguintes desafios: uso abusivo de drogas lícitas e ilícitas entre Crianças e Adolescentes; Políticas Públicas fragmentadas entre setor público e privado; abandono/evasão escolar de jovens de 15 a 17 anos; o abandono, negligência e maus tratos por parte de pais e responsáveis; dentre outros.

Para colocar em prática o ‘Diagnóstico Situacional da Criança e do Adolescente’ foram traçadas as seguintes diretrizes: promover capacitações contínuas que conduzam a novas práticas de trabalho com as famílias; promover a reorganização dos serviços da rede e a qualificação profissional tendo a família como foco; fomentar projetos na rede estadual de ensino que promovam a integração entre famílias, alunos, professores e rede; desenvolver um sistema informatizado que integre os demais sistemas da rede e multiplicar e qualificar as ações de prevenção ao uso de drogas com crianças e adolescentes conjuntamente com a rede.


Notícias relacionadas