Notícias

Saae inicia substituição de rede de distribuição de água em Itaici

  • Publicação: 20/11/2019 14:38h
  • Redator(es): Rose Parra - DCS Saae
  • Release N.º: 823

Foto

Foto: Rose Parra - DCS Saae

O Serviço Autônomo de Água e Esgotos (Saae) iniciou na segunda-feira (18), a substituição de rede de distribuição de água da Rua Luiz João Lolo, em Itaici. Na sequencia estão previstas a substituição de todas as redes antigas do bairro. A setorização e substituição são necessárias por se tratarem de tubulações que possuem diâmetros reduzidos e, em alguns trechos, estão quase bloqueadas pela existência de incrustações, sendo constante a ocorrência de vazamentos e reparos nesses trechos de redes de água.

ABASTECIMENTO

Durante a troca da rede haverá um período quando as redes antigas são trocadas pelas novas, onde poderá haver desabastecimento, caso ocorra à previsão é de quatro horas. Uma das preocupações do Saae foi de iniciar com as ruas que ficam na parte baixa, para tentar não comprometer o abastecimento de água dos moradores.

Os ramais das ligações de água da região são muito antigos o que permite vazamentos. Diante do estado dessas tubulações, o abastecimento pode ser prejudicado quanto às vazões veiculadas e às pressões disponíveis.

“Essas trocas de redes são fundamentais quando se trata do índice de perdas de água na área que é alto devido ao número de rompimentos da rede de distribuição e ao volume de vazamento de água tratada nos ramais prediais, causados principalmente pelo estado dessas redes e ramais”, esclarece o superintendente do Saae, eng. Sandro Coral.

A setorização da rede de distribuição de água e a substituição da tubulação antiga garantem a regularidade e qualidade na distribuição de água potável, além de possibilitar a redução do déficit hídrico urbano.

A redução do índice de perdas de água no município de Indaiatuba é uma ação prioritária do Plano das Bacias Hidrográficas dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí, que tem como meta atingir o índice máximo de perdas de distribuição de 25% até o ano de 2020. O Plano recomenda que os municípios que apresentam um índice de perdas na distribuição entre 40% e 25%, devem reduzir esta perda em um ritmo de 5% ao ano até atingir a meta, e depois manter este índice abaixo dos 25%.


Notícias relacionadas

Como podemos te ajudar?