Notícias

Comad participa de evento internacional sobre políticas e prevenção às drogas

  • Publicação: 19/12/2019 14:34h
  • Redator(es): Sirlene Virgílio Bueno
  • Release N.º: 898

Foto

Foto: divulgação

Conselheiros do Comad (Conselho Municipal de Políticas sobre Drogas) vinculado à Secretaria Municipal de Assistência Social, participaram do 6º Congresso Internacional Freemind 2019 com o Tema: “Perder o futuro seria uma droga – Qual o impacto do álcool e do tabaco para os nossos filhos”. O maior evento de assuntos ligados à prevenção e tratamento de drogas do mundo, foi realizado na cidade de Águas de Lindóia, interior de São Paulo, entre os dias 04 e 07 de dezembro.

A cerimônia de abertura contou com a palestra do psiquiatra e escritor Augusto Cury, a um público de aproximadamente duas mil pessoas. Autoridades políticas e eclesiásticas também participaram do evento como Marcelo Ribeiro, presidente do Coned (Conselho Estadual de Políticas Sobre Drogas); Osmar Gasparini Terra, secretário da Cidadania; Pablo Kurlander, gestor geral da FBRACT (Federação Brasileira de Comunidades Terapêuticas), Quirino Cordeiro Junior, secretário Nacional de Cuidados e Prevenção às Drogas do Ministério da Cidadania, coordenador geral de Saúde Mental e membro do Conad (Conselho Nacional de Políticas Sobre Drogas do Ministério da Justiça); Ronaldo Laranjeira, médico psiquiatra; e Zila Van der Meer Sanchez, professora e coordenadora do Programa de Pós Graduação em Saúde Coletiva da Unifesp.

O conselheiro Gerson Luiz Vieira, capelão da Unipas (União Internacional de Pastores e Capelães Voluntários), foi um dos representantes do Comad no Congresso. “Todo o foco do evento foi na prevenção em vários eixos e na articulação com a sociedade civil, fortalecendo os conselhos estaduais e municipais, priorizando as políticas públicas entre governo e sociedade e estabelecendo uma visão multifatorial: prevenção, tratamento e combate as drogas”, explicou.

Participantes de 300 cidades brasileiras se inscreveram no congresso, além de 300 estrangeiros de 42 países, 36 palestrantes nacionais e 12 palestrantes internacionais. O evento contou também com representantes da ONU (Organização das Nações Unidas), OMS (Organização Mundial da Saúde), da OEA (Organização dos Estados Americanos), União Africana e Senad (Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas).

Paralelo ao Congresso também ocorreram vários eventos culturais e exposição de estandes com materiais e produtos de literaturas relacionados à dependência química, administradas por entidades como Amor Exigente, AA Alcoólicos Anônimos, NA Narcóticos Anônimos, Fazenda da Esperança, Cruz Azul, Biomédica Exames Toxicológicos, Pastoral da Sobriedade, entre outros grupos de apoio.


Notícias relacionadas

Como podemos te ajudar?