Notícias

Indaiatuba aumenta capacidade para hemodiálise e atenderá 100% dos pacientes locais

  • Publicação: 31/01/2020 15:05h
  • Redator(es): Laís Fernandes
  • Release N.º: 58

Foto

Foto: Laís Fernandes RIC/PMI

A Secretaria de Saúde por meio da Vigilância Sanitária aprovou a planta de ampliação da sala de Hemodiálise localizada no Haoc (Hospital Augusto de Oliveira Camargo). De acordo com o projeto serão acrescentadas mais seis novas cadeiras, passando de 20 para 26 assentos. Com esse acréscimo os pacientes de Indaiatuba que realizam sessões em outras cidades passarão ser atendidos no próprio município.

O número de pacientes atendidos no Haoc passará de 120 para 156 o que corresponde a um aumento de 30% na quantidade de sessões por semana, passando de 360 para 468 ou seja, de 1.440 para 1.872 sessões por mês, em média. Indaiatuba já oferece o tratamento de hemodiálise desde 2014. A previsão é que a ampliação do atendimento inicie em março.

O prefeito de Indaiatuba, Nilson Gaspar (MDB), destaca a importância dessa ação para melhorar a qualidade de vida das pessoas que precisavam se deslocar para passar por esse procedimento. “Nós temos cerca de 25 pessoas que precisavam sair da cidade para fazer a hemodiálise e agora é com muita alegria que vamos atender todos aqui em Indaiatuba. Tenho certeza que isso trará mais conforto e qualidade de vida para nossos pacientes. Nosso trabalho é identificar as necessidades da nossa população e planejar a melhor forma de solucioná-las, o aumento de sessões de hemodiálise foi um compromisso que assumi em campanha e estava em estudo e agora será concretizado com muito orgulho”, salienta Gaspar.

O que é hemodiálise?

Hemodiálise é um procedimento através do qual uma máquina limpa e filtra o sangue, ou seja, faz parte do trabalho que o rim doente não pode fazer. O procedimento libera o corpo dos resíduos prejudiciais à saúde, como o excesso de sal e de líquidos. Também controla a pressão arterial e ajuda o corpo a manter o equilíbrio de substâncias como sódio, potássio, uréia e creatinina.

Ela é indicada para pacientes com insuficiência renal aguda ou crônica graves. A indicação de iniciar esse tratamento é feita pelo seu médico especialista em doenças dos rins (o nefrologista).


Notícias relacionadas

Como podemos te ajudar?