Notícias

Participantes da Bio 2020 conhecem Parque Ecológico de Indaiatuba

  • Publicação: 06/02/2020 15:28h
  • Redator(es): Sirlene Virgílio Bueno
  • Release N.º: 79

Foto

Foto: Eliando Figueira RIC/PMI

Indaiatuba integrou a pauta externa do evento “Bio 2020: Perspectivas Brasileiras para o Marco Pós-2020 de Biodiversidade”, realizado nesta semana, em São Paulo. O Parque Ecológico foi indicado pelo Programa Reconecta RMC como modelo de parque linear urbano. Um grupo de participantes do evento visitou a cidade na quarta-feira (05) para conhecer o principal espaço de lazer do município.

A Bio 2020 é promovida pela Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente do Estado de São Paulo, em parceria com as redes ICLEI América do Sul, Regions4 e a Iniciativa “Post 2020 Biodiversity Framework – EU Support” (apoio da União Europeia). O encontro é uma preparação para a próxima COP15 da Convenção de Diversidade Biológica (CDB) que será realizada em outubro, na China.

Participam do evento profissionais do setor público, privado e acadêmico, ligados à área de meio ambiente. As discussões reúnem temas como a restauração de ecossistemas e a recuperação de vegetação nativa; uso e conectividade do solo; produção e consumo sustentáveis e favoráveis à vida selvagem; economia circular e soluções baseadas na natureza, além de educação e consciência ambiental. Desse encontro resultará a Carta de São Paulo, que será levada à COP15.

O engenheiro ambiental da Secretaria do Verde, Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Campinas, Gabriel Neves, que é o responsável pelo Programa Reconecta RMC, justificou a indicação do Parque Ecológico como modelo para a visita pela forma com que ele foi pensado e tudo o que ele oferece à população de Indaiatuba. “É um parque tão extenso e tão importante para o município e que foi sendo planejado gradativamente sem grandes investimentos concentrados. Com ele foi pensada a questão do saneamento básico, a garantia de mobilidade não motorizada e garantiu um excelente espaço público de lazer permeável com infraestrutura para que a população aproveite ao máximo toda a sua extensão”, explica.

O arquiteto Renato Sandrini, da Secretaria de Planejamento Urbano e Engenharia, e o gestor ambiental Gilmar Pessuti, da Secretaria de Serviços Urbanos e Meio Ambiente, que é o representante de Indaiatuba no Programa Reconecta RMC, acompanharam o grupo durante a visita ao Parque Ecológico.

Reconecta

A implantação e manutenção de parques lineares é uma das diretrizes de trabalho do Programa Reconecta RMC. O objetivo do programa é promover a cooperação mútua entre as administrações dos municípios da região de Campinas, estabelecer ações de interesse recíproco no âmbito de recuperação e conservação de fauna e flora, além da troca de experiências e conhecimentos técnicos relacionados ao meio ambiente e à biodiversidade.

O Reconecta integra o Interact-Bio, que é um projeto de quatro anos elaborado pelo ICLEI (Local Governments for Sustainability), principal associação mundial de governos locais dedicados ao desenvolvimento sustentável, para melhorar a utilização e a gestão dos recursos naturais em cidades de rápido crescimento e nas regiões que as cercam.


Notícias relacionadas

Como podemos te ajudar?