Notícias

Vitrine de Artesãos abre cadastro para artesãos de Indaiatuba venderem seus produtos

  • Publicação: 30/04/2020 15:55h
  • Redator(es): Fábio Alexandre
  • Release N.º: 319

Foto

Foto: Divulgação RIC/PMI

Com o objetivo de expor os trabalhos produzidos por artesãos de Indaiatuba, a Secretaria Municipal de Cultura lança a Vitrine de Artesãos, que já pode ser conferida em www.indaiatuba.sp.gov.br/cultura-online/#vitrine-artesao. Os artesãos e artistas plásticos já podem se inscrever na plataforma, com uma breve descrição de seu trabalho e algumas fotos dos seus principais produtos.

“A Secretaria Municipal de Cultura é parceira da Associação Indaiatubana de Artesanato e Artes Plásticas (Fiarte), com quem realiza a Feira de Artesanato todos os sábados, na Praça Rui Barbosa, e também na Casa do Artesão, que fica na Praça Dom Pedro II”, conta Tânia Castanho, secretária municipal de Cultura. “Neste momento de isolamento social, com a impossibilidade de realizarmos a feira e outros eventos, criamos a Vitrine de Artesãos”.

A Feira de Artesanato reúne dezenas de barracas com opções de presentes e valores acessíveis, das mais variadas técnicas, como biscuit, crochê, tricô, marchetaria, pintura em tela e tecido, entre outras. “Nossos artesãos são verdadeiros artistas e precisávamos criar uma ferramenta para que pudessem continuar produzindo e garantindo seu sustento. Agora, a população pode acessar a Vitrine de Artesãos, conhecer estes lindos trabalhos e entrar em contato para comprar ou encomendar o seu”, destaca Tânia.

A plataforma é bastante simples. Basta acessar www.indaiatuba.sp.gov.br/cultura-online/cadastro-vitrine/, preencher o formulário e enviar o logotipo, assim como seis fotos dos principais itens produzidos pelo artesão ou artista plástico. Ao final, informar um telefone com WhatsApp para contato direto com o cliente.

“Esperamos que a Vitrine de Artesãos estreite a relação entre cliente e artesão, permitindo assim a retomada das vendas e o sustento dos nossos artistas, que são muito talentosos”, ressalta a secretária de Cultura. “Então convidamos todos a conferir e divulgar a plataforma, para que possamos atingir o maior número possível de pessoas”. A iniciativa será mantida durante o período de enfretamento à pandemia.


Notícias relacionadas