Notícias

Alunos das oficinas da Secretaria de Cultura seguem aprendizado com Ensino a Distância

  • Publicação: 06/05/2020 09:55h
  • Redator(es): Fábio Alexandre
  • Release N.º: 326

Foto

Foto: Arquivo Eliandro Figueira RIC/PMI

No intuito de manter o atendimento no período de suspensão das atividades presenciais das Oficinas Socioculturais, em virtude das ações de combate à pandemia de Covid-19, a Secretaria Municipal de Cultura lança seu Plano de Trabalho para Ensino a Distância (EAD). Atualmente, são atendidos mais de três mil alunos em diversas faixas etárias em 13 modalidades. As aulas tiveram início no último dia 27 de abril.

“As Oficinas Socioculturais da Secretaria Municipal de Cultural existem há mais de 23 anos e além de serem o maior programa de vivência artística do município, são também um dos maiores programas de fomento e formação da Região Metropolitana de Campinas”, destaca o prefeito Nilson Gaspar. “Buscamos, através da adaptação do processo de ensino presencial das oficinas para o formato EAD, a continuidade na formação sociocultural de nossos alunos”.

Antes da pandemia, as oficinas socioculturais atendiam mais de três mil munícipes em diversas faixas etárias - de crianças a partir de 5 anos a adultos com mais de 60 anos - em cinco equipamentos públicos: Centro Cultural Wanderley Peres (região central), Centro Cultural Hermenegildo Pinto (Jardim Morada do Sol), CEU-Centro de Artes e Esportes Unificado (Jardim São Conrado), CRAS III (Parque Corolla), CRAS VI (Parque Campo Bonito) e Espaço Bem Viver (Jardim Adriana).

No total, são oferecidas 13 modalidades, nos segmentos de Artes da Cena (Teatro), Artes Visuais (Artes para Crianças, Arte Criativa, Desenho Artístico e Grafite), Dança (Ballet, Dança de Salão, Danças Urbanas e Jazz) e Música (Coral, Piano, Viola Caipira e Violão Popular).

“A vivência artística voltada para o social mostra-se uma ferramenta eficiente e eficaz para o desenvolvimento humano”, ressalta a secretária de Cultura, Tânia Castanho. “É de suma importância nesse momento de enfrentamento à pandemia, por meio da manutenção das atividades das oficinas, oferecer aos munícipes através desta vivência, a ocupação físico-motor, intelectual, afetivo-emocional e social, visando o bem-estar e minimizando possíveis perdas de desenvolvimento pela impossibilidade do ensino presencial”, completa.

Metodologia

A Secretaria Municipal de Cultura irá disponibilizar para os alunos regularmente matriculados em suas oficinas culturais o conteúdo de suas disciplinas, que será disponibilizado no formato online e impresso. O material impresso será entregue em horários e dias específicos nos equipamentos da Secretaria de Cultura conforme informado aos alunos por telefone.

“Entramos em contato com todos os alunos, por telefone, informando as novas diretrizes para a realização das oficinas culturais no período de confinamento”, informa Tânia. “Será disponibilizada uma apostila quinzenal com conteúdo pedagógico da oficina em que o aluno está matriculado, assim como atividades a serem realizadas e submetidas para posterior correção do professor”.

O contato foi realizado por meio do telefone cadastrado junto à oficina que o aluno frequenta. Se o número estiver desatualizado e o aluno não recebeu a ligação, deve entrar em contato pelo telefone (19) 3875-6144. Além da apostila, será disponibilizado material complementar em vídeos que serão veiculados no site do Cultura Online, em www.indaiatuba.sp.gov.br/cultura-online/.

As propostas elaboradas, bem como seus mecanismos de implantação e funcionamento, estarão vigentes enquanto as determinações e orientações das autoridades competentes para enfrentamento da pandemia estiverem ativas.


Notícias relacionadas