Relações Institucionais

 

Notícias

Saae ressalta a importância da economia de água em tempos de estiagem

O consumo de água tratada de forma consciente minimiza os problemas com a escassez hídrica e aumenta a vida útil dos mananciais
11/07/2022 16:24h


Foto: DCS/Saae
Foto

O município de Indaiatuba não tem uma chuva expressiva há mais de 40 dias, quando o pluviômetro instalado na Estação de Tratamento de Água, ETA III no bairro Pimenta, marcou no dia 01 de junho uma precipitação de 26,6 milímetros. A somatória do mês de junho teve um índice de precipitação muito baixa, 39,7 milímetros, 50% abaixo da média dos últimos 10 anos.

Apesar de ter chovido um pouco mais que em 2021, quando tivemos um dos anos mais secos registrados, os índices de precipitação mensais este ano foram baixos, comparando a média com os anos anteriores. O que reforça a importância do planejamento a longo prazo para se ter um sistema de abastecimento que possa manter a população abastecida com água potável e minimizar os efeitos das mudanças climáticas que tem se acentuado.

O Consórcio PCJ (Consórcio formado pelos municípios das bacias dos rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí) tem alertado de que a estiagem será ainda muito severa, e para minimizar os problemas de abastecimento que possam ocorrer, o Saae enfatiza as campanhas que estão sendo realizadas: “Valorizar a Água é Preservar a Vida” com dicas de economia de água e “Cada Gota faz diferença. Economize água” que alerta para o período de estiagem. Ambas têm como objetivo conscientizar a população sobre a importância do uso responsável da água, principalmente no período de seca.

Indaiatuba é uma cidade privilegiada porque conta com a Barragem do Rio Capivari-Mirim, em funcionamento desde 2015, e regulariza a vazão do Rio Capivari-Mirim, um importante manancial que abastece 80% da região Norte da cidade. A barragem deu origem a uma represa com capacidade para armazenar 1,3 bilhão de litros, permitindo sua captação durante todo ano, inclusive nos períodos de estiagem prolongada.

E já antevendo a possibilidade dos períodos de estiagem se tornarem comum e prevendo o crescimento populacional do município, Indaiatuba tem em seu planejamento para dar início esse ano em obras importantes como a Construção de uma nova Estação de Tratamento de Água no Bairro Tombadouro, novos reservatórios de água tratada e a construção da Barragem do Piraí que será construída através do Consórcio Intermunicipal do Ribeirão Piraí (CONIRPI), junto com Cabreúva, Itu e Salto, dando ainda mais segurança hídrica ao nosso município, regularizando sua vazão, com capacidade de armazenamento de 9,7 bilhões de litros.

Mesmo com a estrutura que temos em nosso município, durante o período de estiagem, o superintendente do Saae, Eng. Pedro Claudio Salla, pede a colaboração e a atenção da população quanto ao uso consciente da água. “Para evitar que os níveis dos reservatórios fiquem abaixo do esperado, é importante que todos colaborem e usem a água de forma consciente para que seja possível manter o abastecimento da cidade constante”, alerta o superintendente.

A economia no consumo de água tratada minimiza os problemas com a escassez hídrica, aumentando a vida útil dos mananciais, uma vez que se reduz o volume de água a ser captada e tratada, o volume de esgotos a serem coletados e tratados e o consumo de energia elétrica e produtos químicos.

DICAS PARA ECONOMIZAR ÁGUA

- Use vassoura e balde para lavar áreas comuns: também diminua o número de limpezas.

- Feche as torneiras para escovar os dentes e se barbear

- Não dê descarga à toa – não utilize o sanitário como lixeira.

- Diminua o tempo do banho: na ducha

- Lave o carro com balde e não com mangueira

- Molhe plantas pela manhã ou à noite: Nos horários mais quentes as plantas absorvem mais água. Troque a mangueira pelo regador.

- Ao lavar a louça: deixe a louça de molho antes de lavar. Feche a torneira enquanto ensaboa a louça e deixe para enxaguar tudo no final.

- Não jogue óleo na pia: Um litro de óleo contamina até 400 mil litros de água.

- Descongele alimentos na geladeira: não use água corrente.

- Cozinhe legumes em pouca água: dessa forma vai ferver mais rápido e você economiza gás também.

Vazamentos: fique muito atento, pois pode passar despercebido e é um dos grandes vilões do desperdício.

  • Redator(es): Marco Matos - DCS
  • Release N.º: 667

Notícias relacionadas

Av. Eng. Fábio Roberto Barnabé, 2800 - M.D. - CEP: 13331-900
Telefones: (19)3834-9000 / 0800-770-7702

© Prefeitura Municipal de Indaiatuba