Relações Institucionais

 

Notícias

Campanha Fique Sabendo 2022 contra HIV e aids acontece em Indaiatuba de 1º a 7 de dezembro

15º edição da Campanha tem como Dia D o dia 1º que é celebrado o Dia Mundial da Luta contra aids
28/11/2022 11:25h


Foto: Divulgação RIC/PMI
Foto

Ação ocorrerá dia 1º, na Praça Prudente de Moraes, com testagem rápida das 9h às 17h.

A Secretaria de Saúde de Indaiatuba divulgou na manhã desta segunda-feira (28/11), as informações da 15ª Campanha Fique Sabendo 2022, que trabalha com a conscientização sobre as doenças HIV e aids. A edição da Campanha deste ano tem como Dia D o dia 1º de dezembro, Dia Mundial da Luta contra a Aids, na Praça Prudente de Moraes, em comemoração ao Dezembro Vermelho, Campanha Nacional de Prevenção ao HIV/aids.

A Campanha tem como objetivo relembrar a importância da testagem, ampliando o número de pessoas que conheçam seu status sorológico, tendo como base que o HIV/aids, sendo constatado com antecedência, pode ser tratado com mais efetividade. A intensificação das testagens visam promover o acesso ao teste, que acabam fazendo com que mais pessoas descubram se são portadoras ou não da doença, que em estágios iniciais, não se manifesta de maneira acentuada.

O Dia D da ação ocorre na quinta-feira (01/12), na Praça Prudente de Moraes, das 9h às 17h, com testagem rápida para o HIV e sífilis, além de orientações de prevenção, como a importância do autoteste HIV.

A aids é considerada uma infecção sexualmente transmissível (IST) causada pelo vírus HIV, que interfere na capacidade do organismo de combater infecções. O vírus pode ser transmitido pelo contato com sangue, sêmen ou fluidos vaginais infectados. Algumas semanas depois da infecção pelo HIV, podem ocorrer sintomas semelhantes aos da gripe, como febre, dor de garganta e fadiga. A doença costuma ser assintomática até evoluir para aids. Os sintomas da doença neste estágio incluem perda de peso, febre ou sudorese noturna, fadiga e infecções recorrentes.

Não existe cura para a aids, mas um diagnóstico precoce e o um tratamento adequado, pode retardar significativamente o progresso da doença, bem como prevenir infecções secundárias e complicações.

Independente da sua história, faça o teste HIV/aids e sífilis. 

  • Redator(es): Gabriel Beccari
  • Release N.º: 1122

Notícias relacionadas

Av. Eng. Fábio Roberto Barnabé, 2800 - M.D. - CEP: 13331-900
Telefones: (19)3834-9000 / 0800-770-7702

© Prefeitura Municipal de Indaiatuba