A-
A+

Relações Institucionais

 

Notícias

Secretaria de Saúde realiza 582 exames em ações do Outubro Rosa nas unidades de saúde

Ultrassonografias foram realizadas ao longo do mês para ampliar linha de cuidado à saúde da mulher
01/11/2023 15:17h


Foto: Eliandro Figueira RIC/PMI
Secretaria de Saúde realiza 582 exames em ações do Outubro Rosa nas unidades de saúde

Exames de imagens foram realizados ao longo de outubro em mais de 500 mulheres

A Secretaria de Saúde de Indaiatuba divulgou na tarde desta quarta-feira (1º) o balanço dos exames voltados à saúde da mulher realizados ao longo do mês de outubro, em alusão ao Outubro Rosa, período da campanha de prevenção ao câncer de mama e promoção da saúde feminina. Ao todo, 582 ultrassonografias (transvaginais e de mamas) foram realizadas nas unidades básicas de saúde (UBSs).

A ultrassonografia transvaginal é um procedimento médico de imagem que utiliza ondas sonoras de alta frequência para criar imagens detalhadas dos órgãos reprodutivos femininos, como o útero, os ovários e as trompas. Este exame é frequentemente usado para diagnosticar condições ginecológicas, como miomas uterinos, cistos ovarianos, pólipos uterinos, endometriose e infecções. Ele pode ajudar os médicos a identificar a causa de sintomas como dor pélvica, sangramento anormal, irregularidades menstruais e infertilidade. A ultrassonografia transvaginal pode ser usada para guiar procedimentos médicos, como biópsias de tecido, aspirações de cistos ovarianos ou inserção de dispositivos intrauterinos (DIU). O exame também pode ajudar na detecção de câncer ginecológico, como câncer de colo do útero, ovário ou endométrio.

Já a ultrassonografia de mamas é frequentemente utilizada como complemento à mamografia na avaliação de condições mamárias, tais como nódulos, cistos, alterações no tecido mamário e outras anormalidades. Ela é útil na identificação, caracterização e avaliação de nódulos ou massas nas mamas. Isso pode ajudar os médicos a determinar se um nódulo é sólido, o que pode ser mais preocupante, ou se é líquido (cisto), o que é geralmente benigno. Em algumas situações, especialmente em mulheres mais jovens com mamas densas, a ultrassonografia mamária pode ser recomendada como parte do rastreamento do câncer de mama, complementando a mamografia. Quando a mamografia revela uma anormalidade que requer mais avaliação, a ultrassonografia mamária pode ser usada para fornecer informações adicionais e esclarecer a situação.Foto: Eliandro Figueira RIC/PMI

  • Redator(es): Gabriel Beccari
  • Release N.º: 948

Notícias relacionadas

Av. Eng. Fábio Roberto Barnabé, 2800 - M.D. - CEP: 13331-900
Telefones: (19)3834-9000 / 0800-770-7702

© Prefeitura Municipal de Indaiatuba