A-
A+

Relações Institucionais

 

Notícias

Indaiatuba recebe o 1º Torneio Futebolístico de Transplantados, Profissionais da Saúde e Doadores

Organização é da Liga de Transplantados do Brasil e Instituto Gabriel, com apoio da Prefeitura
01/11/2023 15:30h


Foto: Divulgação
Indaiatuba recebe o 1º Torneio Futebolístico de Transplantados, Profissionais da Saúde e Doadores

Atletas estiveram no 23º Jogos Mundiais para Transplantados, realizado na cidade de Perth, na Austrália

Com o objetivo de divulgar a importância da doação de órgãos e tecidos para a sociedade, acontece no dia 5 de novembro, a partir das 8 horas no Complexo Esportivo do Jardim Morada do Sol, o 1º Torneio Futebolístico de Transplantados, Profissionais da Saúde e Doadores, com realização da Liga de Transplantados do Brasil (Liga Atletas TX) e Instituto Gabriel, com apoio da Prefeitura de Indaiatuba, por meio da Secretaria Municipal de Esportes.

A Liga de Atletas Transplantados do Brasil é constituída de pessoas transplantadas e doadores que praticam esportes nas mais variadas modalidades e participam de competições nacionais e internacionais. São pessoas que superaram doenças graves e que adotaram o esporte como filosofia de vida e complemento fundamental ao tratamento pós-transplante.

“É com grande satisfação que recebemos este primeiro torneio da Liga Atletas TX que, muito mais que uma competição esportiva, é também uma ferramenta de conscientização e transformação da sociedade, algo que o esporte faz tão bem”, destaca o prefeito Nilson Gaspar. “Em parceria com o Instituto Gabriel, criado há 23 anos para fomentar o incentivo à doação de órgãos e tecidos em âmbito local e nacional, tenho certeza que este evento crescerá a cada ano”.

O secretário municipal de Esportes, Marcos Antônio de Moraes, o Marquinhos, convida a população para conferir o torneio. “Nesse evento teremos pessoas inspiradoras que compartilham histórias de resiliência e superação. O objetivo é a conscientização e podermos aprender mais sobre a importância da doação de órgãos e como ela pode salvar vidas. Uma oportunidade de mostrar que o esporte é uma ferramenta poderosa para superar desafios e inspirar as pessoas”.

Criação

A Liga de Transplantados do Brasil nasceu em janeiro de 2022, depois que um grupo de atletas transplantados estipulou como meta a participação do Brasil no 23º Jogos Mundiais para Transplantados, realizado na cidade de Perth, na Austrália, entre os dias 14 a 21 de abril de 2023, com organização da World Transplant Games Federation, entidade reconhecida pelo Comitê Olímpico Internacional.


Atletas que estiveram no 23º Jogos Mundiais para Transplantados, realizado na cidade de Perth, na Austrália (Crédito: Divulgação)

“O objetivo, além de participar da competição, é disseminar a consciência sobre a doação de órgãos e do ato de salvar vidas, seja pela promoção de saúde e bem-estar, exemplos de superação, ou atuar como agente transformador na comunidade”, destaca Luciane de Lima, advogada e uma das fundadoras da Liga Atletas TX, também coordenadora do evento.

“Com o passar do tempo superamos nossas expectativas. Não somente participamos do Mundial de Transplantados com dez atletas da Liga, que contaram com o apoio de instituições privadas e públicas, mas também estivemos em eventos nacionais das modalidades de atletismo, triathlon, ciclismo, corrida de rua e natação”, destaca Luciane.

Segundo a coordenadora do evento, o 1º Torneio Futebolístico de Transplantados, Profissionais da Saúde e Doadores foi criado para ressaltar a importância da doação de órgãos e tecidos para a sociedade, utilizando a imagem positiva dos atletas transplantados no torneio de futebol.

A competição contará com a participação de 18 atletas, sendo um time com seis pessoas transplantadas, um com profissionais da Saúde e um com doadores (formado por doadores de órgãos ou sangue ou declarantes). A primeira partida será entre Doadores e Profissionais da Saúde. O vencedor irá enfrentar a equipe de Transplantados.

“Nos eventos que participamos, estamos sempre com a camiseta da Liga, que ressalta a participação dos atletas transplantados. Nosso intuito é conscientizar e informar o maior número de pessoas sobre a importância de ser um doador de órgãos”,  destaca Luciane. “Além disso, pessoas que estão na fila à espera do transplante já nos procuraram e após conhecer as histórias dos nossos atletas, encontraram inspiração”.

A coordenadora falou ainda sobre a escolha de Indaiatuba como sede do evento. “Uma de nossas integrantes, a Bruna Damasceno, é de Indaiatuba e atua no Instituto Gabriel. Então resolvemos unir forças e apresentamos o projeto à Prefeitura, que abraçou a iniciativa por meio da Secretaria Municipal de Esportes”, conta. “Atualmente, a Liga conta com 70 atletas. Queremos quebrar paradigmas e mostrar que os transplantados podem praticar esporte e viver plenamente”.

O evento conta ainda com o apoio da ONG Doe Vida e da Associação de Árbitros de Futebol de Indaiatuba. Mais informações sobre a Liga podem ser encontradas neste link

  • Redator(es): Fábio Alexandre
  • Release N.º: 935

Notícias relacionadas

Av. Eng. Fábio Roberto Barnabé, 2800 - M.D. - CEP: 13331-900
Telefones: (19)3834-9000 / 0800-770-7702

© Prefeitura Municipal de Indaiatuba