Fato ou Boato - Coronavírus

#BOATO

/Imagem que circula no Facebook em 07/07/2020



#FATO

A Prefeitura de Indaiatuba por meio do Posto de Atendimento ao Trabalhador informa que desconhece a instituição que oferece o curso e reitera que não tem parcerias com a mesma para a colocação de profissionais na área pública. Reafirmamos nossos canais oficiais de comunicação www.indaiatuba.sp.gov.br ou PAT (019) 3825-6610.

#BOATO

Mensagem que circula no Facebook no dia 24/06/2020



#FATO

A Prefeitura de Indaiatuba esclarece que a Guarda Municipal de Indaiatuba não está multando pessoas que estiverem circulando sem máscara dentro de seus veículos próprios. O que é existe é a obrigatoriedade do uso da máscara em locais públicos, e em meios de transportes coletivos, privados e públicos.

#BOATO

Mensagens que vem sendo propagadas nas redes sociais nesta segunda-feira (22/06).



#FATO

A Prefeitura de Indaiatuba esclarece que não é verdade que os estados recebem dinheiro do governo federal a cada notificação de morte por Covid-19 e que, por isso, governadores e prefeitos estariam superestimando o número de óbitos, como afirmam publicações nas redes sociais. O Ministério da Saúde informou que não faz qualquer repasse em função do volume de mortes pelo novo Coronavírus. Os recursos da União para estados e municípios são divididos a partir de critérios como o tamanho da população e a complexidade do serviço prestado.

#BOATO

Contato que mandava mensagens no dia 6 de maio.



#FATO

A Prefeitura de Indaiatuba informa que não cria grupos em nome da mesma e nem tão pouco autoriza que o façam. Essa mensagem além de mentirosa tem o objetivo de enganar munícipes em tempos difíceis. Reiteramos nosso canais oficiais de informação: www.indaiatuba.sp.gov.br ou www.facebook.com/prefeituradeindaiatuba / Atualização 28/05 - O contato do qual era enviado as mensagens foi clonado. Munícipe abriu um boletim de ocorrência para apuração dos fatos.

#BOATO

Imagem que circula pelo Facebook nesta quinta-feira (21/05)



#FATO

A Prefeitura de Indaiatuba esclarece que esta imagem que circula na internet não passa de uma tentativa de tumultuar o trabalho da equipe de Assistência Social e também da Prefeitura. Reiteramos que a Prefeitura de Indaiatuba, inscrita no Programa Alimento Solidário, recebeu 1.189 cestas básicas provenientes do Governo do Estado para famílias inscritas no Cadastro Único do Governo Federal. Sendo assim, essas cestas já vêm destinadas às famílias através de uma lista finalizada da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social, portanto, já com beneficiários definidos. A Prefeitura de Indaiatuba tem a responsabilidade de ratificar esta lista, notificar os beneficiados e distribuir. Caso alguma família não esteja neste cadastro do Governo do Estado, pedimos que procure a unidade mais próxima do Cras ou pela Secretaria de Assistência do Social da Prefeitura de Indaiatuba para o atendimento e triagem em programas municipais. Reiteramos nossos canais oficiais de comunicação no www.indaiatuba.sp.gov.br e quaisquer dúvidas que surjam o telefone da Secretaria de Assistência Social é o (019)3834-9050.

#BOATO

Está circulando um áudio no WhatsApp, nesta quinta-feira (07/05), de uma senhora que afirma que as máscaras que estão sendo entregues pelos postos de saúde, hospitais e entidades governamentais estão todas contaminadas, vindas da China.



#FATO

A Prefeitura de Indaiatuba afirma que este áudio não passa de um boato. A Secretaria de Saúde toma todos os cuidados com a higienização de materiais e equipamentos de proteção individual. Indaiatuba tem o compromisso com a população e em salvar vidas. Reiteramos nossos canais oficiais de informação: www.indaiatuba.sp.gov.br ou www.facebook.com/prefeituradeindaiatuba -

#BOATO

Mensagem que circula pelo WhatsApp na última semana



#FATO

A Prefeitura de Indaiatuba informa que esta mensagem não foi divulgada pelo HAOC e o hospital não pede “socorro” por contar com equipamentos de proteção individual suficientes para atender os funcionários. A mensagem é uma iniciativa de um grupo de pessoas que se prontificou em ajudar o hospital fazendo doações de materiais e de mão de obra. O HAOC agradece todas as iniciativas da sociedade em unir forças no combate ao vírus e enaltece: “Recebemos muitos gestos de carinho, que certamente incentivam nossa equipe.”

#BOATO

Texto compartilhado em grupos de Whatsapp no dia 22 de abril de 2020.



#FATO

A empresa Mann+Hummel Brasil emitiu uma nota nesta semana esclarecendo que o conteúdo divulgado nas redes sociais não reflete sua opinião e posicionamento em relação ao assunto. Em decorrência da pandemia de Covi-19 a empresa reformulou uma linha de produção para fabricar máscaras faciais, com o objetivo de atender os profissionais de saúde que estão na linha de frente do atendimento. Um lote experimental do produto foi enviado para análise e validação dos órgãos de saúde e a empresa esclarece que ainda estuda a possibilidade de ampliar sua capacidade de produção da máscaras faciais para contribuir no atendimento à demanda do mercado.

#BOATO

Mensagem do WhatsApp que circulou na última terça-feira.



#FATO

A Prefeitura de Indaiatuba informa que este link pode até ser utilizado por algum outro município, mas não em Indaiatuba. Por isso, aqui na cidade, o relato dessa imagem é considerado boato. Importante destacar, que em Indaiatuba, o fornecimento de cesta básica não prevê cadastro em site. Para solicitar basta procurar o Cras mais próximo da residência ou a Secretaria de Assistência Social, no Paço Municipal. As dúvidas podem ser sanadas também na Secretaria ou no Cras. O WhatsApp da Prefeitura é o (019)99773-4701.

#BOATO

Mensagem que circula no WhatsApp durante esta semana



#FATO

A Prefeitura de Indaiatuba orienta que o Ministério da Saúde informou que realizará uma pesquisa para identificar possíveis casos da Covid-19 utilizando cerca de 125 milhões de ligações automáticas, com a seguinte pergunta: Você tem apresentado febre e tosse ou febre e dor de garganta? – Nada mais será pedido ou questionado. Tudo aquilo que não se enquadrar nesta situação, desligue imediatamente e informe as autoridades competentes.

Ir para página: