Notícias

Secretaria de Educação promove 9º Festival de Arte e Dança no Ciaei

  • Publicação: 06/06/2019 16:21h
  • Redator(es): Renata Lippi A. Lemuchi
  • Release N.º: 405

Foto

Foto: Arquivo Giuliano Miranda - RIC/PMI

A 9ª edição do Festival de Arte e Dança, realizado pela Secretaria de Educação, acontece na quarta-feira (12) e na quinta-feira (13), às 19h30, no Ciaei (Centro Integrado de Apoio à Educação de Indaiatuba). O evento é aberto ao público. Este ano será apresentado uma viagem ao mundo mágico e ao mesmo tempo estranho: Alice no País das Maravilhas – adaptado para o Festival de Arte em Dança 2019.

O projeto apresenta uma mostra do trabalho realizado nas Escolas Municipais na área da Arte Visual e Dança. O foco principal é o desenvolvimento integral da criança unindo o teatro, a dança e a arte visual. O Festival é desenvolvido acerca de um tema escolhido pelo grupo de professores responsáveis, e com coreografias desenvolvidas para a contar esta história.

A cada ano os organizadores buscam inovar para que as crianças e os pais se sintam motivados e tenham a oportunidade de vivenciar diversas formas de arte e lazer.

A participação das escolas é facultativa e por adesão. Os bailarinos são todos alunos da Rede Municipal. Este ano 316 alunos estão participando, orientados pelos professores Oziane, Aiala, Daniela, Solange, Alessandra, Dena, Thabata, Michele Danziger, Michelle Trettel, Michelle Valim, Daiane, Alexandre, Odair, Carol e Carina.

Emebs participantes:

Nove Unidades Escolares aderiram ao projeto, são elas: Complexo Educacional “Profª Laura Fahl Corrêa”; Emebs “Profª Luiz Carlos Batista de Moura”; “Profª Maria Albertina Bannwart Berdú”; “Profª Maria Cecília Ifanger”; “Profª Maria Benedicta Guimarães”; “Profª Maria José Ambiel Marachini”; “Prof. Osório Germano”; “Profª Sylvia Teixeira de Camargo Sannazzaro” e “Prof. Wladimir Olivier”.

Sobre o Tema

Alice no País das Maravilhas – adaptado para o Festival de Arte em Dança 2019, conta a linda jornada de uma jovem que costumava pensar em coisas incomuns, nossa querida Alice! Seu pai, conhecido por ser um sonhador, dizia que: “a única forma de alcançar o impossível é acreditar que é possível!”. Alice, aos olhos de muitos, perdia tempo pensando em coisas impossíveis. Mas porque ela não pensaria? Assim, ela também se tornou uma sonhadora, achava que estava maluca por seus sonhos com estranhas criaturas...Seu pai dizia que ela estava maluca sim, pirada! Mas que as melhores pessoas são assim...


Notícias relacionadas