Notícias

NOTA - COVID-19 - Nº 100 - 29/07 - Indaiatuba contabiliza mais quatro óbitos positivos para Covid-19 e sobe para 115 o total

  • Publicação: 29/07/2020 17:17h
  • Redator(es): Laís Fernandes
  • Release N.º: 593

Foto

Foto: Divulgação

A Prefeitura de Indaiatuba por meio da Secretaria de Saúde confirma hoje, quarta-feira (29), mais quatro óbitos com resultado de exame positivo para o Novo Coronavírus e passa para 115 o total. O Departamento de Vigilância Epidemiológica também confirma mais 74 casos positivos na cidade e total é de 4.001 pessoas infectadas. Os óbitos ocorreram no Haoc (Hospital Augusto de Oliveira Camargo) e no Hospital Santa Ignês. Acompanhe as informações a seguir:

- HSI – masculino, 60 anos, internado desde o dia 17 de julho; comorbidades: hipertensão e diabetes; óbito no dia 28/07

- Haoc – masculino, 77 anos; comorbidades: hipertensão e diabetes. Chegou em óbito no dia 27 e resultado positivo para Covid-19 chegou hoje (29)

- Haoc – masculino 81 anos, internado desde o dia 14 de julho; comorbidades: hipertensão, Doença Pulmonar Obstrutiva crônica, coronariopatia e ex-tabagista; foi a óbito no dia 28.

- Haoc – feminino 78 anos, internada desde o dia 22; comorbidades: hipertensão; foi a óbito no dia 28.

A Administração municipal lamenta as mortes e presta condolências aos familiares e amigos.

Situação Epidemiológica

Na data de hoje foram acrescentadas 312 notificações, e outros 74 casos positivos de Covid-19, além disso, foram descartados 236 suspeitos. Sendo assim, Indaiatuba soma 19.559 notificações; 4.001 confirmados, sendo que 115 evoluíram a óbito; 3.843 são considerados curados ou estão em recuperação domiciliar e 43 confirmados continuam internados. Ainda há outros 804 casos suspeitos aguardando resultado. Atualmente há 40 pessoas internadas em leito clínico e 28 em UTI (Unidade de Terapia Intensiva). A taxa de ocupação dos leitos clínicos é de 69% para o Haoc e 50% para o Hospital Santa Ignês, referente aos leitos de UTI para o Haoc é de 79% e para o Hospital Santa Ignês 75%.


Notícias relacionadas