A-
A+

Relações Institucionais

 

Notícias

Cultura anuncia vencedores do Prêmio Literário Acrísio de Camargo e Salão de Artes Visuais

Entrega dos certificados foi realizado na quinta, dia 30; obras podem ser conferidas no Casarão
01/12/2023 16:10h


Foto: Fábio Alexandre RIC/PMI
Cultura anuncia vencedores do Prêmio Literário Acrísio de Camargo e Salão de Artes Visuais

Exposição dos trabalhos selecionados no Salão de Artes Visuais pode ser conferida no Casarão

A Prefeitura de Indaiatuba, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, promoveu o anúncios dos premiados do 19º Prêmio Literário Acrísio de Camargo - Nova Geração e do 9º Salão de Artes Visuais de Indaiatuba na noite da última quinta-feira, 30 de novembro, quando foi aberta oficialmente a exposição dos trabalhos do Salão, que segue aberto ao público até 23 de dezembro no Casarão Pau Preto (confira a lista de premiados abaixo).  

“O Prêmio Acrísio e o Salão de Artes são eventos importantes porque, assim como outros que realizamos ao longo do ano, abrem espaço aos artistas de nossa cidade”, destaca a secretária municipal de Cultura, Tânia Castanho. “Seja para o fomento de um novo público ou para apresentar estes trabalhos tão especiais, seguimos na missão de abraçar e expandir todas as artes”.

O 19º Prêmio Literário Acrísio de Camargo – Nova Geração é voltado para escritores de 15 a 29 anos em três modalidades: Conto, Crônica ou Poesia, com o objetivo de divulgar o nome do autor da letra do Hino de Indaiatuba e incentivar a produção literária local. 

A curadora foi Vanina Carrara Sigrist, Doutora em Teoria e História Literária pela Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), professora de Ensino Superior na Faculdade de Tecnologia da Baixada Santista, coordenadora da área de Comunicação da faculdade e tradutora de quatro publicações pela Editora Papirus, é autora do livro infantil De Quem é a Rua?, do selo Tanta Tinta, e criadora da Casa na Arte (com canal no YouTube). Residente em Indaiatuba, tem experiência nas áreas de Letras e Educação, com ênfase em literatura, comunicação e produção de conteúdo digital sobre arte.

Três jurados avaliaram os trabalhos. Elaine Caniato é sócia das editoras com os selos Carlini & Caniato e TantaTinta, e agora dos novos Cálida e Bacuri, voltados exclusivamente para livros de literatura para os públicos adulto e infantojuvenil. Além de designer gráfico e editora, atua na seleção e edição dos textos; na produção, desenvolvendo ou coordenando projetos gráficos de miolo e capa; na gerência de projetos para editais e na divulgação dos livros para o mercado. Reside na capital paulista.

Odenildo Sena é formado em Letras pela Universidade Federal do Amazonas, onde foi professor do Departamento de Língua e Literatura Portuguesa desde 1980, tendo-se aposentado em 2012. Em 1982, especializou-se em Psicologia do ensino-aprendizagem pela Unicamp. Em 1985, obteve o título de Mestre em Linguística Aplicada pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo com a dissertação A Semântica do Poder, onde analisa a influência de um dado universo léxico próprio do período ditatorial.

Em 1997, defendeu na mesma universidade a sua tese de doutorado De Fernando a Fernando: as Teias Ideológicas do Poder, onde analisa o discurso dos dois primeiros presidentes civis eleitos após o regime militar.

É autor dos seguintes livros: A Engenharia do Texto – Um Caminho Rumo à Prática da Boa Redação (Valer, 2011); No Tempo de Eu Menino (Valer, 2015); Mazelas do Livro Didático (Valer, 2016); Tempos de Memória (Casa Literária, 2016); Palavra, Poder e Ensino da Língua (Valer, 2019); A Travessia (edição do autor, ebook Amazon, 2019); 100 Dias de Quarentena – No Tempo em que a Vida Parou (Edição do autor, ebook Amazon, 2020); Aprendiz de Escritor – Sobre Livros, Leituras e Escritos (Valer, 2020); e A Felicidade Precisa de Loucura – Uma Sinfonia do Meu Tempo em 115 Crônicas Escolhidas (Valer, 2022). Reside na cidade do Porto, em Portugal, desde 2017.

Carlos Roque é arquiteto e após a faculdade fez parte do grupo de poesia Núcleo de Convivência Literária e do Grêmio de Haicai Caminho das Águas até 2005. Em 2019 participou da coletânea 8 Poetas – Poesia ao Infinito, coordenada pelo poeta Valdir Alvarenga, das coletâneas da Off-Flip, e disponibilizou na web o livro Rio de Poucos Janeiros: Vinte e Cinco Poemas e uma Página em Branco, dedicado à Marielle Franco. Em 2022 lançou o livro de poesia Enquanto o Mundo, publicado pela Editora Penalux. Reside em Santos.